domingo, 28 de junho de 2015

O MEU PRIMEIRO POEMA PARA UMA COLEGA AMIGA, EM 1965, EM PORTALEGRE

O poema da esquerda, foi o primeiro que eu fiz para essa colega amiga, que infelizmente morreu logo no primeiro período do primeiro ano que lecionava.
Este poema por ser meu está no meu livro "Oferta de Tempo"

DO LIVRO DE CURSO DO Magistério Portalegre 1963/65

A MINHA CARICATURA, VERSOS E AUTÓGRAFOS DE AMIGOS
Este ano vamos todos festejar as nossas Bodas de Ouro, em PORTALEGRE
Vai ser muito giro!



domingo, 7 de junho de 2015

CONTINUAÇÃO DA PARTE DA POESIA DO LIVRO "Oferta De Tempo"


POESIA DO MEU LIVRO (continuação)


Dia 5 de Dezembro!

É neste dia que se festeja

O trabalho voluntário

e que Deus proteja

quem gosta de ser solidário,

e dedicar amizade

Com muita lealdade

fazendo companhia

A quem está solitário

Partilhando alegria

no seu dia-a-dia

no grupo comunitário..


Amemos os vizinhos

com todos os carinhos,

ajudando nas atividades

pessoas de todas as idades.


RECORDANDO

Quando eram mais novos

os meus netos queridos

Pintavam com prazer!

Sempre muito unidos

na pintura a fazer

com a avó a orientar

para as crianças animar

na alegria de incentivar.

ficando as recordações

desse tempo saudável

e muito agradável

Aos nossos corações!


POEMA AO MÊS DE

DEZEMBRO

Dezembro!

Tens encantos de valor!

Até no frio sentimos amor,

Por tão grande beleza

Que envolve a natureza.


Dezembro!

A tua neve abundante

Tem beleza deslumbrante!

O desporto nela praticado

Muita gente tem encantado!


Dezembro!

Tens o dia do Voluntariado

que sempre será comemorado,

Com muita alegria e prazer

Pelo trabalho que possamos fazer

nas horas do nosso lazer.


Dezembro!

tempo de frutos colher

para comer com prazer,

tempo de estar à lareira

numa alegre brincadeira!


Dezembro!

Nossa Senhora da Conceição

No teu dia oito é festejado

e, com todo o amor a afeição

À nossa padroeira é dedicado.


Dezembro!

Por ser tempo de Natal

O teu encanto não tem igual

Por ter nascido Jesus

e as crianças vibrarem

no meio de tanta luz

e por muito se alegrarem

Com a troca de presentes

e, se for com muito amor

não haverá frio, mas calor!


Dezembro!

No teu último dia

É a passagem do ano!

Noite de muita folia,

Cheia de grande alegria,

desejando-se felicidades

Com todas as amizades

e todas as emoções

dos nossos corações.


AO MÊS DE NOVEMBRO

Mês de Novembro!

lindo mês de tradições

de que ainda me lembro

com todas as emoções!


Dia de todos os santos

Do mês és o primeiro

Com todos os encantos

de amor verdadeiro!


Nesse dia encantado

As crianças pedem bolinhos

Dia sempre lembrado

em louvor dos seus santinhos!


No teu segundo dia

lembramos os fiéis defuntos

Visitando os cemitérios

com sentimentos profundos!


11 de Novembro

No dia de S. Martinho

vamos à adega

e provamos o vinho!


Os magustos são realizados

no teu mês bem atraente

Sendo sempre muito animados

Para toda a gente!


Colhem-se kiwis, diospiros

Uvas, marmelos, maçãs

e outras frutas deliciosas

Como medronhos e romãs.


Neste tempo um pouco agreste

Parte da azeitona é apanhada

Com os vizinhos a ajudar

Em conversa sempre animada!


O mês de Novembro é lindo

com todas estas tradições,

que devem ser recordadas

Como importantes lições!


AO MÊS DE MAIO


Mês de Maio!

Começa com o dia do Trabalhador

Dedicado àqueles que com todo o ardor

Se dedicam ao trabalho com amor

Merecendo todo o louvor

pelo bem prestado à humanidade

Para que vivam em irmandade

E todos em harmonia

No seu dia-a-dia.

Mês de Maio

Todos devem colaborar

Nesta labuta diária

Para que seja de admirar

Esta união solidária.


Mês de Maio!

mês de tão lindas flores

Dedicado a Nossa Senhora

Nossa mãe venerada

Com todos os amores

Por nosso coração louvada.


Mês de Maio!

à nossa mãe terrena dedicado

Ela merece todo o cuidado

Por nos ter tão bem criado

e muito amado.


Mês de Maio!

Amemos as nossas mães

Como elas merecem

Devemos dar-lhe carinho

e sempre devemos lembrar

que as mães não se esquecem

que os filhos devem amar.


Mês de Maio!

Aos que já não têm mãe

Nesta terra que habitamos

O que nós desejamos

É que estejam em paz

Resta-nos a nossa oração

Que alegrará o seu coração

E que elas peçam ao Senhor

por seus filhos queridos.

Que o seu infinito amor

Lhes dê dias bem coloridos,

Cheios de solidariedade

Com toda a igualdade.


PALAVRAS PINTADAS

A Casa da Lameira

Feita, com satisfação

Fica em Mesão-Frio/Cardigos,

No Concelho de Mação.


Situada em pleno campo,

Com ar puro envolvente,

Rodeada com verdura,

É bastante atraente


A casa onde vivo,

Em árvores é abundante.

O chilrear dos passarinhos

Embeleza o circundante.

O céu muito azul

Lembra-me o azul do mar,

Que é também um gosto

Poder contemplar.


A sombra dos pinheiros

Faz-me lembrar o Verão

E, também as boas férias

Dessa tão bela estação.


Esta poesia fez parte de

uma Exposição de Pintura

a óleo sobre tela,

da Escola de Pintura

da Câmara Municipal

de Mação, na Biblioteca.


ESCREVER POESIA E PINTAR

O escrever poemas encanta-me

E com a união da pintura

Creio que será um regalo

Para quem escreve

para quem lê

e para quem vê.


Se essas obras forem atrativas

Será sempre uma ternura

Como em datas festivas

A festejar com amigos e família

Com entusiasmo e alegria

Por tão belo dia

Tanto da poesia

Como da união

Que alegra o coração.


POEMA A MESÃO FRIO

Mesão Frio!

Tens Cardigos por freguesia

E o teu concelho é Mação,

As pessoas sentem alegria

E querem-te com afeição.


Mesão Frio!

És pequeno e tens pouca gente

Mas tudo em ti é tão atraente

Que deixas o povo contente

E com orgulho permanente!


Mesão Frio!

Com todo o teu colorido,

e com casas bem antigas

és por todos bem querido

Lembrando as belas cantigas!


Mesão Frio!

Tens uma ribeira importante

Que serve de fronteira

Com beleza deslumbrante

E água para brincadeira!


Mesão Frio!

A água da tua ribeira

Move moinhos

e lagares comunitários

ainda a funcionar

o que é de admirar

Com os nossos carinhos

Te iremos preservar!


Mesão Frio!

O teu belo e antigo chafariz

Com água própria para beber

Deixa o teu povo feliz

E nunca te irá esquecer!

sexta-feira, 5 de junho de 2015

OUTRO POEMA PARA A MINHA FILHA NO SEU ANIVERSÁRIO DE 4 de Junho de 2015




Título: Retrato da minha filha
Técnica: Óleo sobre tela
Autora: Gracinda Tavares Dias
Local: Escola de Pintura do Município de Mação

FELIZ ANIVERSÁRIO


Minha filha querida
Hoje é o dia do teu aniversário
Que sejas feliz na tua vida
Com muita alegria e sucesso
Junto dos teus mais queridos
Com sonhos bastante coloridos
De perfeita realização
E bastante animação!
És o nosso maior bem
Sempre pronta a ajudar
Com beijinhos do coração 
Sempre te iremos amar!
Um abraço de Parabéns e muitas Felicidades, dos teus pais sempre amigos
Virgílio e Gracinda
 

  •  

  •  
     
     


  •  
     


    •  

  •  

  •  
     


  •  
     


    •  
       

quinta-feira, 4 de junho de 2015

POEMA PARA O ANIVERSÁRIO DA MINHA FILHA

04/06/2015
Para a minha filha
No teu aniversário natalício, 
minha filha, muito querida
Desejamos - te muita sorte
E felicidades por toda a vida.
Que teus sonhos se realizem, 
Mereces o sucesso alcançar
Tens sido boa filha
Sempre pronta a ajudar.
Muita alegria, paz e amor
Para uma filha muito amada
E com todo o nosso louvor
Tu serás sempre lembrada.
PARABÉNS E MUITAS FELICIDADES
Beijos dos pais sempre amigos
Virgílio e Gracinda